An international blog about literature and ecocriticism. Here I include my own lyrics, by Rui M. and also the work of others, from 10 to 14 each month 2017: new contributions sent to ruiprcar@gmail.com Periodical Art contests and Critics. Thanks. Arigatou

08
Mar 12

Os cabelos voam abafados pela luz...

Essa que irradias desse sorriso intemporal.

De tons, de temperaturas, de ternuras que fazem jus

A beleza em crescendo, indiferente a qualquer temporal.

 

Dentes brancos entre lábios semicerrados brilham.

Mas, não mais que a felicidade dos olhos humedecidos.

Como luas em quarto crescente que jorram

Sonhos sempre presentes e nunca esquecidos.

 

Eterna promessa de alegria perfeita,

Redescoberta a cada madrugada rarefeita.

Tal e qual uma mentira, enigmática, ingénua e doce.

E anos fora de tempo assim tudo fosse…

 

Então olhamos em redor,

Vemos outras montanhas e

percebemos o quanto somos pequenos,

No infinito de tudo o que sentimos…

 

Fim.

published by talesforlove às 14:45